Temor do Fluminense, Léo Moura diz que início de 2011 é especial

Ronaldinho é a estrela da companhia, mas na hora de apontar o jogador mais perigoso do Flamengo, o zagueiro Leandro Euzébio escolheu Léo Moura. A preocupação do Fluminense para a partida deste domingo, no Engenhão, se explica.

Desde 2005 na Gávea, o dono da camisa 2 acumula marcas coletivas e individuais significativas. São 322 jogos, nove taças e a certeza de que está na galeria dos melhores laterais direitos da história rubro-negra. Neste ano, ele serviu os companheiros em cinco gols e experimenta uma sensação diferente: a ausência de Juan.
Até 2010, os dois eram apontados como os diferenciais do Flamengo. O lateral-esquerdo, no entanto, caiu de rendimento, não teve o contrato renovado. O substituto Egídio ainda tenta se firmar. Enquanto isso, como as palavras de Leandro Euzébio refletem, Léo Moura continua incomodando os rivais.

- Agradeço as palavras do Leandro. Vivo grande momento, um início do ano especial. É fruto do meu trabalho e da ajuda dos companheiros. Tenho que continuar partindo para dentro porque essa é a minha característica. Eles sabem que é uma grande arma do Flamengo as jogadas pelo lado direito – declarou Léo, de 32 anos.
O camisa 2 está confirmado no duelo deste domingo às 18h30m (de Brasília), no Engenhão.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!