Pista seca no fim, Vettel bate Hamilton na Bélgica e faz sua nona pole de 2011


O treino começou com chuva, mas a pista secou na última parte (Q3). E como era de se esperar, a emoção apareceu. Com pneus slick, uma volta fantástica de Lewis Hamilton a poucos segundos do fim parecia que ia lhe dar a pole position. Ledo engano. Poucos instantes depois, Sebastian Vettel colocou ordem na casa, com 1m48s298, e vai largar na frente pela nona vez no ano, desta vez no GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps. O inglês da McLaren teve de se contentar, mais uma vez, com a segunda posição, meio segundo atrás. O aniversariante Mark Webber ficou em terceiro, mais de um segundo atrás do companheiro.

Um dos destaques do treino classificatório foi o desempenho de Bruno Senna. Mesmo apenas em sua primeira corrida com a Renault-Lotus, o brasileiro fez bonito e andou bem em todas as partes da sessão. Ele vai largar na sétima posição do grid, à frente de Fernando Alonso, da Ferrari, apenas o oitavo. De quebra, ainda ficou na frente do companheiro, o russo Vitaly Petrov, décimo colocado.

Felipe Massa também conseguiu um excelente resultado com a Ferrari. Na quarta posição, ele vai largar pela segunda corrida seguida na frente de Alonso. Na superpole, o espanhol foi um dos primeiros a entrar na pista, mas reclamou bastante dos carros que estavam à sua frente. Isto parece ter desconcentrado o bicampeão, que não conseguiu dar uma boa volta no Q3. Nico Rosberg, da Mercedes, sai em quinto, sem a concorrência do companheiro Michael Schumacher, que comemora 20 anos da estreia na F-1. O alemão bateu no início do treino e não marcou tempo.

Outro brasileiro no grid, Rubens Barrichello vai largar apenas na 14ª posição neste domingo. O brasileiro da Williams vinha com um bom tempo no fim da segunda parte do treino (Q2), mas acabou atrapalhado pelo finlandês Heikki Kovalainen, da Lotus, na parte final da volta e não conseguiu melhorar sua volta. Após a sessão, o brasileiro isentou o rival de culpa no incidente.

Hamilton e Maldonado se estranham no fim do Q2
 No fim do Q2, Hamilton e Pastor Maldonado, que já tinham batido no GP de Mônaco, protagonizaram o incidente mais polêmico do treino. Após o inglês ultrapassar o venezuelano na última curva do circuito, tocando rodas, os dois se estranharam na reta oposta e se tocaram. No replay mostrado na transmissão oficial, o piloto da Williams parece ter jogado o carro em cima do rival, que teve o carro danificado. O caso deve ser investigado pelos comissários após a sessão.

Mas não foi o único problema do Q2. Pouco antes, a 6m53s do fim do trecho, Adrian Sutil escapou na saída da Eau Rouge e bateu no guard rail, espalhando detritos na pista. Com isso, a sessão foi parada com a bandeira vermelha. A interrupção durou seis minutos e a chuva diminuiu um pouco. Isto possibilitou que a maioria dos pilotos melhorassem seus tempos no fim. Jenson Button, companheiro de Hamilton, foi um dos que não conseguiu e sai apenas em 13º.

Michael Schumacher perde roda e bate no início
A primeira parte do treino (Q1) já começou com pista molhada e um incidente. Com apenas 1m12s, Schumacher perdeu a roda traseira direita e bateu antes do hairpin da Rivage. Se os comissários permitirem, ele vai largar na última posição no GP que marca os 20 anos de sua estreia na Fórmula 1. Além dele, Jerome D'Ambrosio, Vitantonio Liuzzi e Daniel Ricciardo não conseguiram fazer tempos dentro dos 107% do melhor tempo no Q1.

No fim, Paul di Resta, da Force India, fez um tempo que sua equipe considerava bom a poucos minutos do fim. Por isso, ela o chamou de volta aos boxes. Entretanto, a decisão se revelou um erro e o escocês acabou eliminado. Ele vai sair na 17ª posição na corrida deste domingo.

Confira o grid de largada do GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps:
1 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 1m48s298
2 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - 1m48s730
3 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - 1m49s376
4 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1m50s2565 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1m50s552
6 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - 1m50s773
7 - Bruno Senna (BRA/Renault-Lotus) - 1m51s1218 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1m51s251
9 - Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) - 1m51s374
10 - Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) - 1m52s303

Eliminados na segunda parte do treino:11 - Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - 2m04s692
12 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - 2m04s757
13 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 2m05s150
14 - Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - 2m07s349
15 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - 2m07s777
16 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) - 2m08s106
17 - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) - 2m08s354

Eliminados na primeira parte do treino:18 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - 2m07s758
19 - Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) - 2m08s773
20 - Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) - 2m09s566

Não conseguiram tempo (dependem de decisão dos comissários):Jerome D'Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) - 2m11s601
Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) - 2m11s616
Daniel Ricciardo (AUS/Hispania-Cosworth) - 2m13s077
Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - sem tempo

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!