Facebook ultrapassou o Orkut no Brasil, diz Ibope

De acordo com dados do Ibope Nielsen Online, divulgados nesta segunda-feira pelo Estadão, o Orkut, de propriedade do Google, teria perdido seu reinado de “maior rede social do Brasil” após um crescimento extraordinário do Facebook no último mês de agosto, chegando a um total de 30 milhões de usuários no Brasil.
Não deu. Enquanto, em abril, o Orkut estava estagnado, o Facebook já mostrava uma enorme força: nada menos do que 159% mais usuários em um ano.No fim de julho, uma pesquisa apontava que o Facebook já tinha 70% dos usuários do Orkut.
Segundo o responsável pela rede de Mark Zuckerberg no Brasil, Alexandre Hohagen, esse crescimento se acelerou após a estreia do filme A Rede Social, no ano passado, e embalou ainda mais a partir da virada de 2010 para 2011: foram 20 milhões de novos usuários em um ano, disse em agosto deste ano.
Esta, porém, não é a primeira vez que o trono do Orkut é ameaçado pelos veículos brasileiros. Em abril, outros rumores também procuravam mostrar que a popularidade da rede social de Mountain View andava em baixa e que seu tráfego teria sido superado, segundo um ranking “prá lá discutível” do Alexa.

No entanto, poucos dias após sua divulgação, a ComScore, maior e mais confiável instituto de pesquisas do mundo, rebateu as informações do Alexa ao trazer o Orkut ainda na liderança das redes sociais no Brasil com uma base de 32,1 milhões de usuários e o Facebook com 18,5 milhões. Na questão dos minutos online: o Orkut apresentava 8,7 bilhões contra 0,9 bilhão no Facebook.

Como não existem dados públicos e atuais da ComScore, ainda não é possível confirmar se os números do Ibope estão realmente corretos. Numa rápida consulta ao Google Trends, o mecanismo de estimativas de tráfego do Google, o Facebook ainda aparece bem distante do Orkut no Brasil. Seria um erro de mensuração?

Questionado sobre os números do Ibope, Felix Ximenes, diretor de comunicação e políticas públicas do Google, descreveu o cenário como positivo aos utilizadores. “Isso representa mais opções para o usuário e fomenta a criação de produtos e serviços ainda melhores”, disse em entrevista a IstoÉ Dinheiro.

Atualização: O Ibope emitiu uma nota de esclarecimento no qual não confirma os dados publicados na matéria da revista IstoÉ Dinheiro.

Referente a matéria da revista IstoÉ Dinheiro divulgada no final de semana
O IBOPE Nielsen Online esclarece que os dados de audiência de internet referentes a agosto ainda não foram finalizados, portanto, a empresa não confirma os dados publicados na matéria da revista IstoÉ Dinheiro desta semana e desconhece a fonte da reportagem.
Além disso, o IBOPE Nielsen Online esclarece também que, segundo sua política de divulgação, não divulga dados de players.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!