Polo Industrial de Manaus vai produzir tablets em até três anos

A produção de tablets e notebooks no Polo Industrial de Manaus (PIM) deve gerar mais de mil novos postos de trabalhos e movimentar mais de US$ 60 milhões nos próximos anos. As estimativas foram apresentadas pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), durante a 253ª Reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), nesta quinta-feira (27), na VI Feira Internacional da Amazônia (Fiam).

A Suframa anunciou a aprovação de duas empresas para fabricar tablets no PIM. Com os projetos aprovados, as companhias têm até três anos para iniciar a produção dos equipamentos de informática no Amazonas.

A Procomp da Amazônia quer produzir tablets com o investimento de US$ 8 milhões e abrir 37 postos de trabalho. A outra empresa a produzir tablets no PIM é a Evadin, uma empresa terceirizada pela chinesa ZTE.

De acordo com o superintendente da Suframa em exercício, Oldemar Ianck, o Amazonas ganha com manutenção, ampliação de empregos e agregação de tecnologia no estado. "Esses bens investem na área de pesquisa e desenvolvimento do estado", disse.

Ainda segundo o superintendente, a implantação de indústrias que produzem tablets no Amazonas é uma vitória já que a produção dos mesmos foi motivo de disputa entre estados. "Os tablets não serão uma mera estatística, mas passarão para a parte prática da questão", concluiu.

Ainda no setor de eletroeletrônicos, a Philco Eletrônicos planeja ampliar a produção de notebooks com 50 empregos e investimentos de US$ 64 milhões.

Projetos aprovados
A Suframa anunciou, ao todo, a aprovação de 35 projetos industriais e de serviços na manhã desta quinta-feira (27). A soma dos investimentos é de US$ 368 milhões. No total, 1.041 empregos devem ser gerados em até três anos no PIM.

Os projetos estão divididos em 16 implantações de indústrias e 19 ampliações de empresas já instaladas no PIM.

As indústrias com os projetos aprovados estão inseridas nos seguintes setores: componentes para motocicletas, produção de materiais de papelão e de plástico, secador de cabelo para uso doméstico e profissional, bicicleta elétrica e videogames. No Polo Naval, destaca-se a produção de empurradores.

Fiam
A sexta edição da Feira Internacional da Amazônia (Fiam) espera movimentar aproximadamente US$ 12,5 milhões de dólares, segundo estimativas Suframa. O evento que acontece até o próximo dia 29, no Studio 5 Centro de Convenções, na Zona Sul de Manaus, é considerado o maior evento multissetorial da região.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!