Questões do Enem geram polêmica

O Enem 2011, realizado no fim de semana, ainda está causando polêmica. Professores de cursos preparatórios avaliaram que algumas questões do exame têm mais de uma alternativa correta ou nenhuma das respostas certas. Os problemas são apontados em provas de Linguagem e Códigos, Ciências Humanas e Matemática. O gabarito oficial deverá ser divulgado nesta sexta-feira no site do Inep, o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (http://www.inep.gov.br).

Na questão 113, versão amarela, da prova de Linguagens e Códigos, que traz o poema ‘Estrada’, de Manuel Bandeira, os professores alegam que nenhuma das alternativas corresponde ao sentido do texto. Na mesma prova, a questão 121, que descreve a poesia ‘Lépida e Leve’, de Gilka Machado, também não há alternativa correta, dizem os mestres.

Na opinião do professor de Língua Portuguesa do curso Objetivo, Tom Carvalho, na questão 2 (prova amarela), duas respostas podem ser consideradas corretas. E na pergunta 168 de Matemática, o professor Gregório Krikorian considera haver algumas informações que poderiam confundir o aluno.

O Inep, que aplica as provas, já avisou: não oferece revisão das provas. A redação, segundo eles, é corrigida por dois corretores, sendo que um não sabe a identidade nem a nota atribuída pelo outro.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!