Testes do Enem foram reproduzidos por professores, diz Haddad

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que o governo tem a convicção de que dois dos 36 cadernos de pré-teste do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram reproduzidos e distribuídos aos alunos pelos professores do Colégio Christus, em Fortaleza.

"Os professores recomendavam aos próprios estudantes a não divulgação desses cadernos, porque as questões ali contidas, provavelmente algumas delas cairiam na prova", afirma Haddad.

A direção do colégio não quis se manifestar sobre as declarações do ministro.

Segundo ele, a busca de igualdade de condições é o pilar do Enem. "O Enem tem de garantir isso, seja quando o estudante é prejudicado por uma ação na qual ele não deu causa, seja quando é favorecido. Não se trata de punição, mas de busca de igualdade de condições. Nós vamos chegar aos responsáveis por isto rapidamente e vamos exigir uma resposta da Justiça", diz o ministro.

O Ministério da Educação confirmou nesta quinta-feira (27) que as questões do Enem que vazaram estavam no pré-teste aplicado no Colégio Christus, em Fortaleza, em outubro de 2010.

O Ministério Público Federal do Ceará (MPF-CE) entrou na tarde desta quinta com uma ação civil pública que pede a anulação da prova do Enem em todo o Brasil, ou então solicitando a anulação de 14 questões iguais às do exame divulgadas em material do Colégio Christus, dias antes da prova realizada no último fim de semana.

Na ação, o procurador federal no Ceará, Oscar Costa Filho, pediu ainda a suspensão da medida do Ministério da Educação (MEC) que anula o Enem para 639 alunos do Colégio Christus. A ação civil pública foi protocolada no fim desta tarde na Justiça Federal no Ceará.

Fonte:
G1.com.br

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!