Prefeito tem 48h para cancelar concurso onde esposa passou em 1º

O prefeito Genivaldo de Brito Chaves, de Sales, no interior de São Paulo, terá 48 horas para suspender um concurso público realizado na cidade assim que for notificado. A decisão é da juíza Gislaine de Brito Faleiros Vendramini, de Urupês.
A justiça já havia determinado a suspensão do concurso no mês passado por suspeita de fraude, mas segundo a juíza, o prefeito não cumpriu.

De acordo com a denúncia, Sidnéia Aparecida Batista Chaves, mulher do atual prefeito, passou em 1º lugar para o cargo de supervisora de educação.

Há ainda denúncias de falhas na organização e na fiscalização do concurso, que foi realizado no fim do ano passado.  Segundo Genivaldo de Brito Chaves, em contato com a produção da TV Tem, o pedido de suspensão já foi feito pela assessoria jurídica da prefeitura em Mirassol. (Fonte: G1.com.br)

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!