Sam Raimi e Tobey Maguire não fazem mais parte da franquia Homem-Aranha

A Sony Pictures resolveu a questão de Homem-Aranha 4 da maneira mais difícil: dispensou o astro Tobey Maguire e o diretor Sam Raimi. Por discordar da opinião do diretor em relação à escolha do vilão da nova aventura da série, decidiu impor a sua vontade, como detentora dos direitos de adaptação das HQs do herói ao cinema.


No anúncio oficial, o estúdio diz que seguirá adiante com o roteiro escrito por James Vanderbilt (do qual Raimi não teria gostado) e que "o novo capítulo da franquia" chegará aos cinemas na metade de 2012. Avi Arad segue sendo o produtor principal, ao lado de Laura Ziskin.
O comunicado sugere um recomeço. Fala em "levar Peter Parker de volta ao colegial". "A Columbia Pictures e o Marvel Studios anunciam hoje que estão seguindo adiante com um filme baseado no roteiro de James Vanderbilt focado no adolescente escalador com problemas humanos e sensacionais crises de super-herói."

"Estamos empolgados com as possibilidades criativas que aparecem com a volta de Peter às suas raízes", disse a co-presidente de conselho da Sony, Amy Pascal. A ideia de rejuvenescer a franquia com um herói adolescente já era considerada em 2008, antes de Maguire renovar contrato.
Segundo o blog Deadline Hollywood, nos bastidores, Raimi teria dito à Sony que "não conseguiria honrar a data de estreia em maio de 2011 nem seguir adiante do ponto de vista criativo".
Raimi também está no comunicado oficial: "Trabalhar nos filme de Homem-Aranha foi uma experiência de vida para mim. Antes estávamos ansiosos para realizar o quarto capítulo juntos, e agora o estúdio e a Marvel têm uma oportunidade única de levar a franquia em uma nova direção, e eu sei que eles farão um trabalho excelente".

As informações acima são do site Omelete - clique aqui -  e o texto de
Marcelo Hessel

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!