Último candidato a sair na Uerj diz que achou Enem muito difícil

As cinco horas e meia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não foram suficientes para Alexandre Miranda Motta, de 34 anos. Mesmo sendo o último a sair da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), na Zona Norte, um dos maiores locais de prova do estado, o candidato não está confiante em conseguir passar para o curso de química em uma instituição pública.

Alexandre disse que não teve tempo de estudar, por isso teve muita dificuldade para responder as questões de português, matemática e redação.

O candidato contou que só resolveu fazer o Enem em agosto, quando começou a realizar um curso de ourives. Alexandre explicou que as aulas de segunda a sexta do curso atrapalharam seus estudos para o Enem. No entanto, segundo ele, os cálculos aprendidos no curso de ourives ajudaram em algumas questões da prova de matemática.

"Tive muita dificuldade principalmente na redação. O problema de português foram os enunciados longos. Acho que isso só atrapalha", falou Alexandre.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!