Morre Andy Rooney, ícone do jornalístico americano '60 minutes'


NOVA YORK - Andy Rooney, o ranzinza e divertido comentarista que ponderava sobre tudo, de sapatos à existência de Deus no programa "60 Minutes", da CBS, por mais de 30 anos, morreu na noite de sexta-feira aos 92 anos, informou a emissora.

Rooney, quatro vezes vencedor do Emmy, morreu um mês depois de ter se desligado do "60 Minutes", em outubro, após 33 anos de serviços prestados ao programa jornalístico. Um comunicado no site da CBS News informa que ele morreu em um hospital de Nova York de complicações após uma cirurgia. Ele e sua mulher, Margareth, morta em 2004,deixaram quatro filhos.

Nascido em Albany, Nova York, em 1919, Rooney passou as últimas três décadas destilando seu humor seco e cortante sobre as peculiaridades da vida para o "¨60 minutes". Zombava do quão desagradável é viajar de avião agora, dos nomes de bancos que exalam uma falsa importância ou sobre os trajes rabugentos que mantinha em seu armário.

O humorista chegou à CBS em 1949 e, com o passar dos anos, escreveu para numerosos espetáculos e artistas. Nos anos 60, ao lado do jornalista Harry Reasoner, colaborou em várias reportagens especiais. Em 1968, retratou a absurda representação dos negros nos filmes e livros de História com a reportagem "História negra: perdida, roubada e deturpada", pela qual recebeu seu primeiro prêmio Emmy.

No mesmo ano, estreava o "60 minutes", ao qual Rooney e Reasoner se juntaram como produtores. Dez anos depois, seus comentários tornaram-se parte regular do programa.

Em 1990 Rooney foi suspenso por três meses depois de dizer que os negros "diluíram seus genes porque os menos inteligentes são os que têm mais filhos". A suspensão foi reduzida a um mês depois que a CBS recebeu milhares de telefonemas e cartas dos espectadores. Internamente, o produtor executivo Don Hewitt e o âncora Walter Cronkite também fizeram pressão por seu retorno. Em sua volta ao ar, Rooney negou qualquer sentimento racista, mas não deixou de comentar, com sua habitual sinceridade: "Eu tenho algumas opiniões que podem irritar certas pessoas? POde apostar que sim. É por isso que eu estou aqui".

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/revistadatv/mat/2011/11/05/morre-andy-rooney-icone-do-jornalistico-americano-60-minutes-925743431.asp#ixzz1cs3NcYPN
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!