UFC rejeita a participação no programa Future-se

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal do Ceará decidiu nesta quarta-feira, 14, que não irá aderir ao Future-se, programa anunciado em julho pelo Ministério da Educação (MEC) e que prevê mudanças na estrutura administrativa, no financiamento e na gestão orçamentária das instituições federais de ensino superior. A proposta obteve 21 no Conselho, contra 8 votos de outra que sugeria adiar para o dia 6 de setembro a decisão no CONSUNI.
Após a decisão do CONSUNI, o reitor Henry Campos leu a “Declaração dos reitores das instituições federais de ensino superior do Ceará”, que pontua os motivos pelos quais a UFC, a Universidade Federal do Cariri (UFCA) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) manifestam-se publicamente contrários à adesão ao citado programa federal. Na declaração, os reitores afirmam que o programa “resulta em uma fórmula de gestão que, se implantada, descaracterizará completamente essas instituições, submetendo-as à lógica dos interesses privados”.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!