‘Incursão no Alemão deverá ser feita de dia’, diz Batalhão de Choque da PM

A incursão da polícia ao Conjunto de Favelas do Alemão, na Penha, na Zona Norte do Rio, deverá ser feita de dia. A informação é do comandante do Batalhão de Choque da PM, tenente-coronel Waldir Pires.

“A probabilidade de isso ser feito à noite é quase zero”, afirmou ele à imprensa, neste sábado (27), próximo ao cerco de cerca de 800 homens da polícia e das Forças Armadas à favela. Ainda de acordo com Pires, o prazo de rendição para os criminosos não tem data para

Nesta tarde, 16 pessoas foram detidas na região. Segundo ele, ainda não foi possível confirmar qualquer tipo de ligação de nenhuma delas com o tráfico. Os detidos vão passar por uma triagem e serão investigadas.

Mister M se entrega
Um criminoso se entregou na tarde deste sábado (27) no Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A informação é do delegado-adjunto Luiz Henrique Ferreira, da 6ª DP (Cidade Nova). Segundo o chefe de Polícia Civil, Allan Turnowski, Mister M fazia a segurança do traficante Pezão, chefe do tráfico do Alemão, e é considerado seu braço direito.

Ferreira informou ainda que a rendição de Mister M foi negociada pela própria mãe do traficante. Policiais da 6ª DP foram ao Alemão buscar o preso, que já está na detido na delegacia.

Oficialmente, no entanto, a Polícia Militar não confirma nenhuma rendição à corporação no morro. Mister M é acusado de ser um dos executores do ex-chefe do Alemão, Tota. A ordem teria partido do traficante Marcinho VP.

A polícia conta com um reforço de um trailer da corporação no cerco no Alemão para transportar os criminosos. Por volta das 16h20, havia 16 detidos nos presos. O Posto de Comando Móvel chegou na Estrada do Itararé por volta das 15h.

A polícia e as Forças Armadas cercam o local desde sexta-feira (26). Foi para lá que mais de cem criminosos fugiram após a ocupação da Vila Cruzeiro na quinta-feira (25).

Chefes do tráfico presos
Mais cedo, dois homens foram baleados e presos ao furar o cerco no local. Segundo a polícia, eles eram chefes do tráfico na área e estariam envolvidos na queda do helicóptero da corporação no ano passado.

Algumas pessoas foram detidas. Entre elas um homem que, ao ser abordado, admitiu ser foragido da Justiça. A polícia apreendeu ainda uma mochila com cerca de 30 mil dólares.

De acordo com a Secretaria de Segurança, dez homens presos por envolvimento com os ataques no estado foram transferidos para presídios federais neste sábado.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!