Em nova briga com cariocas, Timão vira turno na frente

Apesar de não ter conseguido acumular a desejada “gordura” para virar o primeiro turno com uma distância razoável de pontos para os principais perseguidores, o Corinthians tem ao menos um motivo para celebrar a liderança ao final da 19ª rodada do Brasileirão: a revanche contra o futebol carioca está bem encaminhada.

Em 2010, o Timão, que hoje carrega um ponto de frente sobre o Flamengo (37 a 36), virou a primeira metade da competição nacional perseguindo outro time da Cidade Maravilhosa,  o Fluminense, com 37 pontos contra 38 do Tricolor das Laranjeiras.

A briga ponto a ponto continuou até a rodada final, mas o escorregão no Serra Dourada diante do Goiás, somado à vitória do Flu sobre o Guarani, acabou consagrando o time do Rio de Janeiro como campeão brasileiro da temporada.

Agora perseguido pelo Flamengo, o Alvinegro do Parque São Jorge quer mostrar que aprendeu a lição e fazer exatamente o que o Flu realizou com êxito em 2010, fechando a segunda metade da competição com o título de campeão nacional nas mãos.

Para o técnico Tite, que em 2009 foi “campeão do turno” comandando o Internacional, mas viu o Flamengo fechar o ano com a taça que realmente vale, não há mágica a ser feita, a não ser trabalhar cada vez mais para confirmar o primeiro lugar.

- Tem que falar pouco, trabalhar muito e retomar. O resto é balela.

Para alcançar a sonhada retomada, no entanto, a tarefa não será simples. Derrotado pelo arquirrival Palmeiras no domingo (28), o Corinthians vive momento de instabilidade, com três empates, quatro derrotas e somente duas vitórias nas últimas nove rodadas.

Questionado se teme perder o emprego se não voltar a vencer diante do ameaçado Grêmio, nesta quarta-feira (31), no Pacaembu, Tite foi objetivo.

- O “se” no futebol não existe.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!