Após Enem, estudantes se preparam para a 'temporada' de vestibulares

Quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste sábado (22) e no domingo (23) aguarda agora a divulgação do gabarito oficial do exame, prevista para esta terça-feira (25) e a publicação do resultado individual, que será feita em 4 de janeiro de 2012.

Os candidatos poderão usar a nota para tentar uma das mais de 80 mil vagas oferecidas por dezenas de instituições federais. O número exato de vagas será divulgado pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) após a publicação do resultado individual do Enem.

Passada as provas do Enem, muitos estudantes se preparam agora para a "temporada" de vestibulares promovidos por universidades que não usam o exame do MEC ou o utilizam apenas como parte do processo seletivo. Já neste domingo (30), serão realizados vestibulares da Universidade Estadual de Londrina (Uel) e da FGV-RJ, entre outras. Em novembro começam os vestibulares das três universidades estaduais paulistas, Unesp (dia 4), Unicamp (dia 13) e Fuvest (dia 27).

Para quem ainda pretende concorrer a uma vaga nos demais vestibulares, a dica dos professores é mudar a estratégia de estudo usada para o Enem. Segundo eles, provas como a da Fuvest, que dá acesso à Universidade de São Paulo (USP), exigem muito mais conteúdo do que interpretação de texto, o forte do exame do MEC.

"O Enem verifica a formação total do estudante. Nada que possa ser aprendido em 30 dias é importante para a prova”, diz Francisco Achcar, coordenador de português do Objetivo. "Os vestibulares dão maior ênfase no conteúdo", destaca Marcelo Dias Carvalho, coordenador pedagógico de matemática do Etapa.

Veja a seguir as datas e perfis de alguns vestibulares que serão aplicados:
Fuvest - USP
Em 2009, a Fuvest deixou de usar o Enem no processo seletivo (a nota do exame do MEC acrescentava pontos na primeira fase do vestibular da USP). Neste ano, as provas antecipadas de habilidades específicas para candidatos aos cursos de música e artes visuais ocorreram de 9 a 14 de outubro. No dia 21 de novembro, a Fuvest publicará os locais de exame da primeira fase.
A prova da primeira fase ocorre em 27 de novembro e, além de classificar de 2 a 3 candidatos por vaga, também contará para a nota final do candidato. A segunda fase vai de 8 a 10 de janeiro, sendo que a segunda prova da segunda fase terá, em 2011, 16, perguntas – quatro a menos que as edições anteriores. Outras provas de habilidades específicas ocorrem de 11 a 13 de janeiro. O resultado sai em 4 de fevereiro, com matrícula em 8 e 9 de fevereiro. Quem passar para a segunda fase, mas não for selecionado nas três primeiras chamadas poderá mudar a opção de carreira e ocupar vagas remanescentes.

Fundação Getúlio Vargas (FGV) – Rio de Janeiro
A FGV-RJ oferece seis cursos e o vestibular para todos eles acontece no dia 30 de outubro. São oito horas de provas divididas em dois módulos: objetivo e discursivo. De manhã, os candidatos terão quatro horas para responder quatro provas de acordo com o curso escolhido. Cada prova tem 15 perguntas. À tarde, o módulo discursivo terá duas provas, uma de redação e outra de conhecimentos específicos.

Fundação Getúlio Vargas (FGV) – São Paulo
O processo seletivo da FGV-SP é diferente para cada um dos quatro cursos da institutição. Alguns são feitos em duas fases – provas de múltipla escolha na primeira e discursivas na segunda. Outros cursos realizam provas de múltipla escolha e discursivas no mesmo dia. As provas para o curso de matemática acontecem em um só dia, em 30 de outubro. A primeira fase do vestibular para economia está marcada para 4 de dezembro, e a segunda será feita no dia 18 de dezembro; a seleção para os cursos de administração pública e administração, em fase única, será em 11/12.

Universidade Estadual de São Paulo (Unesp)
A primeira prova do vestibular da Unesp será aplicada em 6 de novembro. A prova terá 90 questões de múltipla escolha. Os convocados para a segunda fase farão o teste nos dias 18 e 19 de dezembro, com 24 questões no primeiro dia, e 12 no último, quando também será feita uma redação.

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – São Paulo
A primeira fase será realizada em 13 de novembro em duas partes, que incluem uma redação e uma prova com 48 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais. A segunda fase acontece nos dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2012 (português e matemática, ciências humanas, artes e inglês, e ciências da natureza, respectivamente).

As provas de habilidades específicas, para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música vão ser realizadas em Campinas entre os dias 23 e 26 de janeiro de 2012. A primeira chamada será divulgada dia 6 de fevereiro e a matrícula dos convocados em primeira chamada deverá ser feita no dia 9 de fevereiro. Segundo o reitor da Unicamp, não há planos de a instituição adotar o Enem como processo seletivo.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)
A Uerj promoveu dois exames de qualificação, em junho e em setembro, para selecionar os candidatos que farão o exame final no dia 4 de dezembro. O Exame Discursivo, realizado em um único dia, será composto de três provas discursivas: uma de língua portuguesa
instrumental com redação, para todos os cursos, e duas de disciplinas específicas, de acordo com o curso escolhido.

Universidade Estadual de Londrina (UEL) – Paraná
A UEL não usa o Enem no processo seletivo. A primeira fase é uma prova de conhecimentos gerais com 60 questões de múltipla escolha que acontece no dia 30 de outubro. A segunda fase é feita entre 20 e 22 de novembro e consta de três etapas: prova de português, língua estrangeira e redação, prova de conhecimentos específicos e prova de habilidades específicas.

Universidade de Brasília (UnB)
O processo seletivo da UnB tem provas objetivas feitas com vários tipos de questões, como as de verdadeiro ou falso, as de múltipla escolha e as discursivas. A prova também tem uma redação eliminatória, onde o candidato deve tirar, entre 0 a 10, no mínimo 4, para poder ser aprovado. Alguns cursos também requerem provas de habilidade específica. O vestibular da UnB acontece nos dias 10 e 11 de novembro.

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Na UFMG, este é o segundo ano em que a nota do Enem é aceita como parte do vestibular. As notas das quatro provas objetivas comporão a média dos candidatos, e a redação do Enem, somada às provas dissertativas, comporá a nota da segunda fase, que acontece entre 3 e 6 de janeiro de 2012.


Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
A Federal de Pernambuco usa a nota do Enem como primeira fase do vestibular, que vale 50% da nota final. O resultado é composto ainda pela segunda fase, que inclui a redação do Enem e uma prova com duas questões discursivas de português, questões de línguas estrangeiras e três disciplinas específicas, que variam de acordo com o curso escolhido pelo candidato. A segunda fase acontece nos dias 5 e 6 de dezembro e o resultado deve sair a partir de 31 de janeiro de 2012.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
A instituição gaúcha permite que quem fez o Enem possa usar o resultado do exame para compor a nota final dos candidatos. As provas comuns a todos os candidatos acontecem de 8 a 11 de janeiro de 2012. Cada uma tem início às 8h30, duração de até quatro horas e meia e 25 questões de múltima escolha.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!