Morre John McCarthy, um dos mestres da Inteligência Artificial e criador do Lisp

O mundo da tecnologia perdeu mais uma de suas mentes brilhantes. John McCarthy, matemático, cientista, o criador do termo “inteligência artificial” e também o pai da linguagem de programação Lisp faleceu no último domingo (23) na Califórnia (EUA) aos 85 anos. Não há detalhes divulgados sobre a causa de sua morte.

McCarthy foi considerado um dos primeiros homens a trabalhar no desenvolvimento da inteligência articial e sempre disse que ela deveria interagir com o homem. Além disso, ele foi autor dos sistemas de computação por tempo limitado, que permitiram uma profundidade maior no uso dos primeiros computadores.

O matemático nasceu em 1927, na cidade de Boston, trabalhou na Universidade de Stanford e no Massachusetts Institute of Technology (MIT), além de ter vencido o prêmio Turing em 1972 e a Medalha Nacional de Ciência em 1991.

Já a programação Lisp, uma das maiores conquistas de McCarthy, surgiu em 1958 e serviu para facilitar o desenvolvimento da inteligência artificial. A linguagem é das mais antigas ainda em uso e foi usada pela primeira vez ao colocar um computador para jogar xadrez contra um adversário humano.

Assim como outras personalidades que se foram neste mês (Steve Jobs e Dennis Ritchie), McCarthy mantém suas raízes espalhadas pelos sistemas de todo o mundo.

Via: TechCruch

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!