Câmara de Fortaleza aprova moção contra 'preconceito' gerado por Enem

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou por unanimidade nesta terça-feira (1º) a elaboração de um documento em repúdio ao que considera preconceito contra os cearenses, nordestinos e alunos do Colégio Christus, por causa da anulação de 13 questões do Enem antecipadas pela escola. A moção se refere ao tratamento recebido pelos nordestinos como ''criminal'' e ''preconceituoso''.

Por conta da antecipação das questões e , usuários da internet manifestaram mensagens preconceituosas contra a região nordestina, de acordo com o vereador Eron Moreira (PV), autor do requerimento.

“Mais uma vez o povo cearense, principalmente o fortalezense, é enxovalhado pela Internet. O burburinho foi e continua grande, viu-se de tudo. Que se faça pré-teste, mas o mais sensato era que essas questões sequer constassem em banco de dados”, afirmou o vereador.

De acordo com o vereador, alunos de outras escolas que supostamente tiveram acesso ao pré-teste deveriam ser investigados. “O desrespeito não foi só com o Christus, seus alunos e familiares, mas com os nordestinos colocando na mídia que os nordestinos se aproveitam”. O Inep afirma que um professor do Christus teve acesso ao pré-teste aplicado na escola em outubro do ano passado e distribuiu aos alunos. (Fonte: G1.com.br)

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!