Motorista de Hilux que atropelou e matou dois em SP é solto

O motorista da Hilux que atropelou e matou duas pessoas na marginal Pinheiros, no último sábado (22), foi solto no fim da manhã desta terça-feira. Ele estava preso no CDP (Centro de Detenção Provisória) do Belém (zona leste de SP), e pagou a fiança de R$ 50 mil estipulada pela Justiça.


Fernando Mirabelli foi indiciado sob suspeita de homicídio doloso (quando há intenção de matar ou a pessoa assume o risco de que isso aconteça).

Segundo a polícia, ele contou que estava voltando de uma balada quando perdeu o controle do carro no trecho que dá acesso à ponte Engenheiro Ary Torres. As vítimas eram garis que trabalhavam no local. Dois morreram e um terceiro ficou ferido.

Testemunhas contaram que o motorista dirigia em alta velocidade. A SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que ele apresentava sinais de embriaguez e que tentou fugir do local, mas foi impedido por testemunhas.

O motorista foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para a realização de exame de dosagem alcoólica, mas se recusou. Foi feito, então, o exame clínico.

O enterro das vítimas Alex Damaceno de Souza, 26, e Roberto Pires de Jesus, 36, ocorreu ontem. Já Ademir Abrantes Dantas, permanece internado no Hospital Santa Marcelina e se recupera de uma fratura na bacia. A assessoria da unidade informou que ele passa bem, mas não tem previsão de alta.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!