Duas horas e meia para livrar dedos de bola de boliche

Os bombeiros da cidade de Manchester (Inglaterra) levaram duas horas e meia para livrar os dedos de uma mulher que estavam presos em uma bola de boliche.

A terapeuta juvenil Cherie Beekman havia levado um grupo de 16 adolescentes a uma pista de boliche. Ao pegar a bola verde, a inglesa de 33 anos percebeu que não poderia arremessá-la, já que temporariamente o objeto passou a "fazer parte do seu corpo".

Na pista tentaram de tudo para resolver a situação: óleo, sabonete líquido e gelo. Nada feito, a pressão era absurda. Então, Cherie foi levada a um quartel do Corpo de Bombeiros próximo, onde uma equipe de profissionais a livrou do "corpo estranho". Eles tiveram que serrar cuidadosamente a bola.

Durante a operação, Cheria precisou ser submetida a um tubo de oxgiênio, pois estava tão agitada que mal conseguia respirar.

"Os bombeiros foram absolutamente fantásticos. Eles me mantiveram calma e me trouxeram vários copos de café", contou a terapeuta ao "Manchester Evening News".

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!