Erenice Guerra coloca sigilos bancário e telefônico à disposição.

A ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, em depoimento à Polícia Federal, respondeu todas as mais de 100 perguntas dirigidas a ela e colocou seu sigilo bancário e telefônico à disposição dos investigadores.

O depoimento durou quatro horas e resultou em um documento de nove páginas. A ex-ministra chegou à Superintendência da PF por volta das 9h30. Ela entrou e saiu do local sem falar com a imprensa.

Erenice prestou depoimento sobre as acusações de tráfico de influência quando ocupava o cargo de ministra.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!