Espanha detém padre com 21 mil arquivos de pornografia infantil

O sacerdote, de 52 anos, cuja identidade não foi revelada, foi libertado sob fiança após depor nesta sexta-feira perante o juiz. Ele deverá comparecer no tribunal a cada duas semanas.

O pároco da Igreja Nossa Senhora da Assunção, que também realizava missas na Paróquia de La Barona, tinha um total de 600 gigabytes de arquivos de pedofilia.

O jornal "El País" diz que ele funcionava supostamente como um "traficante" dos arquivos em nível internacional. Ele não deixava as imagens permanentemente em seu computador e não se sabe ainda se chegava a cobrar pela transferência dos arquivos.

A investigação foi iniciada há meses, após uma denúncia do CNI (Centro Nacional de Inteligência).

O bispado de Segorbe-Castellón afirmou que o sacerdote foi suspenso de todos os seus cargos. "Este é um fato que nos dói profundamente, que lamentamos com sinceridade e que rechaçamos", diz um comunicado, acrescentando que oferecerá ao padre os meios para "defesa justa".

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!