Hologramas em movimento cada vez mais próximos da realidade

Há décadas a humanidade sonha com o dia em que será possível que nos comuniquemos através de hologramas em movimento, da mesma forma que os personagens da série Star Wars fazem com tanta facilidade. É verdade que essa realidade ainda está distante, mas cientistas da Universidade do Arizona fizeram um grande avanço na direção desse que pode ser o próximo grande salto no entretenimento e nas comunicações.

Tudo começa com uma pergunta: como fazer para dar movimento a um holograma?
Em primeiro lugar, são necessárias centenas de milhares de imagens do objeto em todos os ângulos possíveis. Essas imagens são gravadas – exatamente como a impressão de um livro ou gravura – em uma superfície própria para a técnica. Aqui começa o problema: para se dar a ilusão de movimento são necessários 30 quadros por segundo. Como fazer para apagar uma imagem e gravar uma nova em seu lugar com tanta agilidade?

Em 2008, o primeiro holograma dinâmico foi demonstrado pela equipe da Universidade do Arizona. Naquela época, no entanto, cada atualização da superfície regravável criada para o trabalho consumia minutos – muito aquém dos 30 quadros por segundo para se ter qualquer noção de movimento.

A mesma equipe agora conseguiu avançar na tecnologia. Criou um protótipo composto de mais de uma dúzia de câmeras que fotografa o objeto. A grande quantidade de fotos é lida e colocada em sequência por um computador. Por fim, um laser imprime as imagens sobre uma tela de polímero fotorefrativo de 10 polegadas. Tempo de atualização de cada imagem? Impressionantes dois segundos. Longe do ideal, mas definitivamente um grande avanço.

Há muito a ser feito ainda para que possamos projetar nossa imagem na sala de amigos e parentes ou para que possamos ver o show de nosso artista como se estivéssemos no estádio sem precisar sair de casa, mas são justamente essas possibilidades que indicam que não faltarão investimentos e esforços para que a tecnologia avance cada vez mais.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!