Chefe da McLaren diz que equipe não está longe da Red Bull

O chefe da McLaren Martin Whitmarsh alertou que a Red Bull não pode relaxar, apesar da superioridade mostrada pela equipe no GP da Austrália, que abriu a temporada com vitória do piloto alemão Sebastian Vettel.

Na classificação, Vettel foi quase 1 segundo mais rápido que Lewis Hamilton. Durante a corrida, o alemão da Red Bull não deu chance para o rival inglês da McLaren, que terminou na segunda colocação.

“Acho que o uso dos pneus foi ligeiramente melhor que o da Ferrari, Red Bull e a maioria dos carros do grid. Então, isso é encorajador e se tornará mais crítico em Sepang, que vai ter pista mais pesada em relação aos pneus”, afirmou em reportagem do site Autosport.

Whitmarsh se referiu ao excesso de desgaste dos pneus Pirelli, que atormentam os engenheiros e o trabalho da equipe desde a pré-temporada. Na pista de Sepang, na Malásia, na segunda prova do campeonato, a expectativa é de maior desgaste dos pneus por conta do tempo mais quente e da pista mais abrasiva que a de Melbourne.

“Lewis não era tão rápido quanto Sebastian, mas acho que não estávamos tão longe. Vettel está fazendo um trabalho fantástico, assim como Adian Newey. Por isso temos que trabalhar duro. A perspectiva agora é de um grande campeonato. Se nós fizermos tanto progresso nos próximos 10 dias como fizemos nos últimos 10 anos, então vai ser fácil, não?”, finalizou o engenheiro.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!