Microsoft denuncia o Google por falta de concorrência na Europa

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (31) ter apresentado uma queixa na Comissão Europeia contra o Google alegando que a empresa prejudica seus concorrentes.

A denúncia faz parte de uma investigação já aberta pela comissão por abuso de posição dominante, segundo indicou Brad Smith, vice-presidente da Microsoft, em um blog.

A investigação foi aberta em 30 de novembro de 2010 depois de uma série de denúncias contra o Google, entre elas do portal “Ciao”, comprado pela Microsoft em 2008. Esta é a primeira vez que a Microsoft, que já foi alvo de investigações nos EUA e na Europa, faz uma queixa às autoridades regulatórias por motivos de competição.

No documento apresentado nesta quinta-feira (31), a Microsoft alega que o Google se envolve em um "padrão de ações" que bloqueiam deslealmente a concorrência.

A Comissão Europeia está de olho em dois setores nos quais o Google parece não ter concorrente: a ferramenta de busca e a publicidade on-line. O grupo se nega a divulgar sua parte do mercado, mas a investigação da Comissão diz que, na Europa, está próxima dos 95%.

O Google não rebateu publicamente as alegações da Microsoft, mas demonstrou não estar preocupado com a denúncia. "Não nos surpreende que a Microsoft tenha agido assim, já que uma de suas subsidiárias fazia parte das queixas originais", disse Al Verney, porta-voz do Google. "De nossa parte, continuamos a discutir o caso com a Comissão Europeia e é uma satisfação explicar a qualquer interessado como funciona o nosso negócio", acrescentou.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!