Sebastian Vettel assombra Fórmula-1 e conquista pole com sobras

Sem ligar para a concorrência, o alemão Sebastian Vettel da Red Bull conquistou com sobras a pole position para o Grande Prêmio da Austrália, primeira prova da temporada 2011 da Fórmula 1. Ignorando a concorrência ele foi cerca de 8 décimos de segundo mais rápido que o inglês Lewis Hamilton da McLaren, o segundo. Vettel conseguiu esse tempo ainda na primeira tentativa durante o Q3, a exemplo de seu companheiro de equipe Mark Webber, o terceiro. O resultado mostra a superioridade dos carros da Red Bull para esta etapa da Austrália.

A Ferrari ainda não conseguiu encontrar seu ritmo e mais uma vez, a exemplo dos treinos livres, acabou ficando atrás dos carros da McLaren, sendo que Alonso foi o quinto colocado e Massa foi o apenas o oitavo, atrás de Petrov, que foi a surpresa do dia com a Renault e Rosberg, que mais uma vez deixou Michael Schumacher para trás. Kamui Kobayashi larga em nono e o suiço Sebastien Buemi levou a Toro Rosso à uma improvável décima posição.

Q1

Lentamente os carros foram para a pista para o início da primeira sessão classificatória do ano de 2011 na Fórmula-1. Petrov foi o primeiro a sair dos boxes e também a registrar volta, com alguma dificuldade porém. Quem pôde ser visto na pista foram os dois pilotos da HRT, Vitantonio Liuzzi e Narain Karthikeyan, que se arrastavam e chegavam a atrapalhar alguns outros pilotos.

Aos 8 minutos decorridos da sessão o alemão Sebastian Vettel passou à liderança do treino, com 1'26"707, um tempo ainda um pouco longe da realidade. Um minuto depois seu companheiro de equipe baixou seu tempo e os dois brigaram por algumas voltas ela liderança. Hamilton também chegou a ser o líder com 1'25"384 no momento em que Alonso era o quinto e Massa apenas o nono.

Vettel recuperou a liderança em um momento onde mostrava-se um certo equilíbrio ainda entre Red Bull e McLaren e os dois carros da Sauber apareciam em um belo terceiro e quarto lugares com Kobayashi e Perez, respectivamente, sendo que o japonês melhorava a cada volta seu tempo.

Quem não estava em situação boa no final do treino era o brasileiro Felipe Massa junto com o alemão Nick Heifeld. Massa era o décimo-sétimo e precisava melhorar por ter errado em sua primeira volta. Ele conseguiu melhor tempo mas para ser apenas o décimo-primeiro, culpando o desgaste dos pneus. Já Heidfeld acabou caindo para a posição onde estava Massa e depois foi superado por Paul di Resta, ficando fora do Q2 com o bom carro da Renault.

No fim das contas o alemão campeão do mundo Sebastian Vettel ficou com a melhor volta, 1'25"296, seguido por Hamilton, Petrov, Alonso, Kobayashi, Perez, Rosberg, Webber, Schumacher, Massa, Buemi, Sutil, Barrichello, Maldonado, Alguersuari e Paul di Resta.

Os eliminados foram Nick Heidfeld, Heikki Kovalainen, Jarno Trulli, Timo Glock, Jerome Dambrosio e também os dois carros da HRT Liuzzi e Karthikeyan, que não largarão amanhã por terem ficado fora dos 107%. Foi um dos Q1 mais movimentados dos últimos anos.

Q2

Logo no início da sessão o brasileiro Rubens Barrichello perdeu a traseira de seu carro em uma das retas no circuito e foi parar na caixa de brita, a única que realmente prende o carro na Austrália. Foi a mesma curva onde Maldonado passou reto no treino livre, o brasileiro abandonou a sessão e admitiu erro, dizendo ter tocado a grama.

Aos 9 minutos de treino o alemão Nico Rosberg era o líder da tabela mas quem apareceu para tomar a ponta foi o inglês Lewis Hamilton, que fez 1'25"522 sendo 2 décimos mais rápido que o piloto da Mercedes. Na sequência houve trocas na primeira posição entre Button, Vettel e Webber, ficando o alemão com a ponta.

Felipe Massa não conseguiu mais uma vez acompanhar o ritmo de seu companheiro de equipe Fernando Alonso, estando sempre cerca de meio segundo mais lento que o bicampeão.

No final da sessão dois alemães se tornaram os protagonistas do Q2. Sutil e Schumacher. O piloto da Force India por conseguir um giro em 360º em plena reta dos boxes após perder a traseira e rodar mas mostrou belo controle e conseguiu evitar a batida. Já Schumacher vinha em décimo-primeiro lugar precisando conquistar uma posição apenas e não conseguiu, ficando mais uma vez de fora do Q3.

Vettel foi o mais rápido com o tempo de 1'24"090 e eliminados nesta sessão foram Schumacher, Alguersuari, Perez, di Resta, Maldonado, Sutil e Barrichello.

Q3

A última sessão aconteceu sob a dúvida de quantos jogos de pneus seriam usados pelos pilotos, mas os ponteiros, exceto a Ferrari, foram para a pista cedo para marcar seu tempo. Na primeira ida à pista Vettel foi o mais rápido com 1'23"529, tempo que lhe acabou dando a pole position. Em sua seguida ida à pista Hamilton fez o tempo que lhe deu a segunda posição e Webber também se garantiu com o tempo da primeira saída. Fica o destaque para Vettel, que não melhorou seu tempo na segunda ida à pista mesmo sem ter usado o dispositivo KERS, o que indica que ele poderia ter conseguido baixar ainda mais o seu tempo.

O Grande Prêmio da Austrália de Fórmula-1, primeira prova da temporada 2011, acontece amanhã as 03h00 (de Brasília) e a transmissão ao vivo para o Brasil é de responsabilidade da Rede Globo de Televisão.

Créditos: Quatro Rodas

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!