Secretaria de Saúde identifica mais de 11 mil focos de dengue no Rio

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio identificou 11.354 possíveis focos de dengue neste sábado (2). Cerca de 7 mil pessoas em mais de 300 grupos de caminhada, saíram das unidades municipais de saúde e percorreram cerca de 900 quilômetros vistoriando ruas, imóveis e estabelecimentos da cidade.

Dos focos encontrados, 4.267 foram eliminados na hora, representando cerca de 40% do total. O restante dos focos entrará na rotina diária dos agentes de vigilância em saúde. A maioria dos focos encontrados estava em propriedades privadas.

Epidemia
Dez municípios do Rio de Janeiro estão com epidemia de dengue. Na última quarta (30), a Secretaria estadual de Saúde anunciou que já foram registradas 23 mortes no estado. De acordo com a secretaria, para avaliar um quadro de epidemia são levados em conta três fatores: número de casos notificados, série histórica de casos ocorridos e se a curva de incidência se sustenta ao longo do tempo.

Ainda segundo o estado, os municípios com as maiores taxas de incidência da doença são: Bom Jesus de Itabapoana (3.343,3 casos/ 100 mil habitantes), Santo Antonio de Pádua (1.422,3 casos/100 mil habitantes), Cantagalo (1.351,8 casos/100 mil habitantes), Mangaratiba (740,8 casos/100 mil habitantes), Cordeiro (686,2 casos/100 mil habitantes), Guapimirim (670,1 casos/100 mil habitantes), Seropédica (666,4 casos/100 mil habitantes), Magé (615,8 casos/100 mil habitantes), Silva Jardim (603,9) e Cabo Frio (602,5 casos/100 mil habitantes).

23 mortes
As mortes pela doença no estado aconteceram nas seguintes cidades: Nova Iguaçu (3), Duque de Caxias (2), Magé (1), Cabo Frio (1), São Gonçalo (3), Maricá (1), Mesquita (1), Rio de Janeiro (7), São João do Meriti (3) e São José do Vale do Rio Preto (1).

De 2 de janeiro a 26 de março foram notificados 31.412 casos suspeitos de dengue no estado do Rio de Janeiro.

Na capital, nos três primeiros meses do ano, o número de casos já é maior do que o total dos anos de 2010 e 2009 somados. A prefeitura afirmou, por meio de nota, que há tendência de redução de notificações da doença e que, por isso, “não está mais configurada nenhuma região com característica de alertas para surto da doença”.

Dengue tipo 4
A Secretaria Estadual de Saúde do Rio confirmou na quarta-feira (23) os dois primeiros casos de dengue tipo 4 no estado. Segundo o secretário Sérgio Côrtes, a confirmação foi dada pela Fiocruz. São os primeiros casos de dengue tipo 4 confirmados fora do Norte ou Nordeste do país.

As infectadas, conforme informações da secretaria, são as irmãs e estudantes universitárias Caroline, de 22 anos, e Bárbara, de 21, que estão em casa e passam bem. Uma delas precisou ser internada, com fortes dores abdominais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos fazer um Tour pela Casa Branca (White House)?

Kirin anuncia compra de 100% da Schincariol

Fundo Amazônia tem 30 projetos, com R$ 300 milhões em financiamentos do BNDES