EUA: republicanos querem impedir financiamento de reforma da saúde

A maioria republicana na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos apresentou nesta quinta-feira um projeto de lei com o objetivo de impedir o financiamento da reforma de saúde do presidente Barack Obama aprovada em 2010, enquanto esperam que ela seja derrubada pela justiça.

O projeto de lei de finanças do Departamento de Saúde para 2012 proíbe o financiamento para a aplicação das medidas da ampla reforma aprovada pelo Congresso no ano passado.

Além disso, anula o subsídio de mais de 8,6 bilhões de dólares para diversas medidas que já estão sendo aplicadas.

O anúncio desta nova proposta ocorre um dia depois de a administração Obama pedir à Suprema Corte que declare constitucional a reforma de saúde, para colocar fim aos recursos impetrados por alguns estados contra essa legislação.

Para ser adotado, o texto dos republicanos deve ser aprovado pelas duas câmaras do Congresso. No entanto, é improvável que o seja no Senado, onde os democratas são maioria.

Os republicanos, que se apoderaram da maioria na Câmara Baixa após as eleições de metade de mandato de novembro de 2010, basearam boa parte de sua campanha na derrubada da reforma de saúde de Obama.

O aspecto mais polêmico para os detratores da iniciativa do presidente e no qual se centram as críticas dos que desejam sua derrubada é o fato de a lei estebelecer que todos os americanos devem contratar um seguro-saúde em 2014.
do Yahoo

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!