Índia e Nepal contabilizam 11 mortes após terremoto deste domingo

Autoridades da Índia e do Nepal contabilizam 11 mortos em decorrência do terremoto de magnitude 6,8 que atingiu os dois países neste domingo (18). 

O epicentro do tremor, que aconteceu às 18h10 locais (9h40 de Brasília), foi localizado a 60 km ao noroeste da capital do estado de Sikkim, Gangtok, e a 572 km ao norte de Calcutá, a uma profundidade de 20 km, segundo o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos USGS.

De acordo com a agência France Press, Karma Gyatso, autoridade política de Sikkim, confirmou a morte de cinco pessoas e a existência de 60 feridos na região de Gangtok devido a deslizamentos de terra e desabamentos de edifícios. Outra morte foi confirmada por autoridades do país em Bihar, em decorrência de um tumulto que ocorreu logo após o tremor de terra.

Em Nova Delhi, o primeiro-ministro Manmohan Singh, convocou uma reunião de urgência com a Autoridade de Gestão de Catástrofes Nacionais. Aeronaves da Força Aérea da Índia foram encaminhadas para a região. O terremoto também foi sentido no Butão.

Embaixada
No vizinho Nepal, o vice-primeiro ministro, Narayan Shrestha Kaji, disse a repórteres que cinco pessoas morreram, três delas em Katmandu, capital do país, situada a 270 km do epicentro do terremoto, devido ao desmoronamento de um muro da embaixada da Grã-Bretanha.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!