Quem foi Max Plank?

Quem foi Max Planck?

Max Karl Ernst Ludwig Planck nasceu em Kiel (norte da Alemanha), em 23 de abril de 1858. Aos nove anos, mudou-se com sua família para Munique (sul), mas sempre disse que Kiel era sua "autêntica pátria". Fez seus estudos superiores na Universidade de Munique. Foram três anos de graduação. No ano seguinte, foi para Berlim, estudar com renomados cientistas de sua época: Hermann von Helmholtz (1821-1894) e Gustav Kirchhoff (1824-1887).

Em Berlim, Planck leu os trabalhos de Rudolph Clausius (1822-1888), que seriam a sua principal influência na termodinâmica, área na qual se tornou um dos maiores especialistas de seu tempo. De volta a Munique, Planck obteve em 1879 seu doutorado, com uma tese sobre o segundo princípio da termodinâmica. Em 1885, tornou-se professor extraordinário na Universidade de Kiel, para, quatro ano depois, assumir o mesmo posto na Universidade de Berlim.

Passou a catedrático em 1892, em uma época em que só havia duas cátedras para teóricos na Alemanha. Manteve esse cargo até os 70 anos, quando se aposentou e passou a dar palestras pela Europa sobre um tema que lhe era muito caro: ciência e religião. Planck morreu em 4 de outubro de 1947, após um longo período de doença. No ano anterior o governo alemão fundou a Sociedade Max Planck para o Avanço da Ciência, para prosseguir com seus ideais científicos. Sua imagem foi estampada na moeda de 2 marcos em 1958.

Teoria do Quantum

O trabalho que mais lhe rendeu o título de nobreza na ciência foi a Teoria do Quantum.Trata-se de uma lei que descreve a troca de energia entre corpos. Segundo Planck, essa transmissão se dá através da permuta de pacotes discretos entre os corpos, pacotes estes denominados de "quanta". A teoria quântica teve desdobramentos inusitados, provocando mudanças e desdobramentos em várias áreas do conhecimento: desde o naninismo, que foi o precursor e o paradigma dos processos de telecomunicações modernos e da tecnologia dos micro-computadores, até os profundos pensamentos filosóficos do século XX. Planck recebeu por esse trabalho o premio Nobel de Física, em 1918, e a teoria quântica, juntamente com a teoria geral da Relatividade, de Albert Einstein, compõe os fundamentos da Física do século XXI.

Reconhecimento

Planck foi um conservador que promoveu a carreira de revolucionários, como a de Einstein, a de Max von Laue (1879-1960), seu principal discípulo, e a da física Lise Meitner (1878-1968), co-descobridora da fissão nuclear. Em cerimônia da Academia de Ciências dos EUA de 1948, Einstein prestou-lhe uma homenagem. Escreveu: "Um homem a quem foi dada a oportunidade de abençoar o mundo com uma grande idéia criativa não precisa do louvor da posteridade. Sua própria façanha já lhe conferiu uma dádiva maior".

A Constante de Planck

Um corpo negro é um objeto que absorve toda a energia que sobre ele incida, e é também um emissor perfeito. Em 1859 Kirchoff provou que a energia emitida E depende apenas da temperatura T e da frequência v da energia emitida. Nos finais do século XIX, Wilhelm Wien propôs uma solução que descrevia os resultados experimentais apenas para pequenos comprimentos de onda. A proposta de Lord Rayleigh apenas satisfazia os comprimentos de onda elevados. 

A 19 de Outubro de 1900 Planck encontrou a fórmula correta para a distribuição espectral da radiação do corpo negro. Apesar da descoberta ter sido apresentada aos membros da Berlin Physical Society ninguém, incluindo o próprio orador, conseguiu apresentar uma dedução teórica da fórmula. Dois meses mais tarde, a 14 de Dezembro de 1900 e durante uma apresentação semelhante em Berlim, Planck anunciou uma solução para o problema. 

No entanto, esta requeria um postulado revolucionário, segundo o qual a energia total só pode ser atribuída aos átomos de uma forma muito particular: os átomos, oscilando com frequencia v, só podem absorver ou emitir um múltiplo de uma energia E=hv, que Planck denominou de quantum de energia. A letra h foi aceite para representar uma nova constante fundamental da natureza, a constante de Planck. Planck ganhou o Prémio Nobel da Física em 1918 por este trabalho. 

Em 1905 Einstein abordou o problema do efeito fotoelétrico. O efeito fotoelétrico é o efeito de emissão de eletrons por certos metais ou semicondutores pela ação da luz. A teoria eletromagnética da radiação não confirmava a evidência experimental. Em 1906 Einstein propôs uma teoria quântica da radiação para ultrapassar a dificuldade e apercebeu-se que a teoria de Planck utilizava implicitamente a hipótese do quantum de luz. Einstein recebeu o Prêmio Nobel da Física em 1921 pelo seu trabalho sobre o efeito fotoelétrico.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!