Câmara instala comissão da Copa e prevê relatório para o fim do ano

A Câmara dos Deputados instalou, na tarde desta terça-feira (11), a comissão especial que vai analisar a Lei Geral da Copa, um conjunto de medidas exigidas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) para a realização da competição no Brasil.

A comissão será presidida pelo deputado Renan Filho (PMDB-AL). O deputado Vicente Cândido (PT-SP), será o relator da comissão. Na próxima terça (18), durante a primeira reunião da comissão, será montado o cronograma de trabalho.

Segundo Vicente Cândido, o relatório deve estar concluído até o final do ano para ser votado pelo plenário da Câmara. Depois, segue para o Senado. O relator disse que a Fifa pediu que a Lei Geral da Copa esteja promulgada até abril de 2012 - segundo ele, prazo suficiente para aprovar o texto na Câmara e no Senado.

Cândido disse que produzirá o relatório com “fidelidade ao governo e à comissão”. Segundo ele, é hora de abrir o debate sobre a organização e realização da Copa, até agora restrito ao governo e à Fifa.
Sobre o preço dos ingressos e a cobrança de meia-entrada, Cândido disse que a comissão vai discutir com a Fifa. Uma das propostas em estudo, segundo o relator, é a definição de cotas. O presidente da comissão disse que pretende convidar representantes da Fifa para participar de audiências públicas promovidas pela comissão.

Para Renan Filho, o texto deve passar por mudanças. “A Câmara não costuma digerir prato feito”, disse. “As exigências da Fifa não podem ferir a soberania nacional”, completou.

O deputado Acelino Popó (PRB-BA) disse que apresentará dez emendas ao texto relacionadas à segurança durante a realização da Copa. “Minha prioridade é segurança para os cidadãos na Copa e vou apresentar emendas neste sentido”.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!