Em MS, cãozinho é arrastado por pit bull após salvar criança de três anos

Um cão vira-lata salvou uma menina de três anos do ataque de um pit bull que invadiu uma casa na manhã desta quarta-feira (5), no Jardim Carioca, em Campo Grande. Segundo informações da mãe, Kenya Suelen, a criança estava sentada na sala da casa, quando o pit bull entrou correndo e foi para cima dela.

O cachorro, que se chama Fofinho, tem aproximadamente três anos e mora com a família desde filhote. Kenya contou ao G1 que, quando o cãozinho viu o pit bull se aproximar da criança, correu e avançou nele. "Eu fiquei muito assustada na hora porque achei que o cachorro ia pegar minha filha, mas o Fofinho acabou salvando ela”, relatou.

O pit bull abocanhou Fofinho pelas costas e o arrastou pela rua por quase dez minutos. Vizinhos, que saíram para ajudar, contaram que ficaram muito assustados com a cena. “Eles jogaram pedras, pedaços de pau e até uma cadeira no pit bull, mas mesmo assim ele continuou mordendo o nosso cachorrinho”, contou Kenya.

Ainda segundo a moradora, o pit bull só largou o vira-lata porque foi atropelado por um carro em uma avenida que fica próxima à casa.

Fofinho foi levado para uma clínica veterinária para receber tratamento. Ele teve ferimentos no dorso causados pelas mordidas do pit bull. De acordo com a veterinária, Helen dos Santos, nesta tarde, ele será sedado para que sejam dados pontos nos ferimentos e feitos os curativos.

“Ele vai ficar bem. Terá que tomar alguns medicamentos e ficar em observação por mais um dia. Depois poderá voltar para casa”, afirmou a veterinária.

Pit bull
Kenya informou ao G1 que o dono do pit bull mora na mesma rua da casa dela e que o animal não costuma ficar solto. "Eu nunca tinha visto ele na rua', disse.

Os vizinhos acionaram o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para levar o pit bull. Até o momento não há informações sobre o animal.

Direto do g1

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!