Patentes no Android podem estar rendendo US$ 444 milhões à Microsoft

Estima-se que para cada dispositivo Android comercializado no mundo, a Microsoft embolse de US$ 3 a US$ 5. Ao fim do ano, a Microsoft deve embolsar US$ 444 milhões de dólares em vendas de dispositivos Android, que em última análise ela não desenvolve.

Tudo isso por conta da constante ameaça de guerra de patentes, que já mobiliza Samsung e Apple. A Microsoft usou o expediente para colocar fabricantes contra a parede: ela firmou acordos com HTC e Samsung, os dois maiores fabricantes de Androids no mundo, para receber quantias sigilosas a título de direitos de uso de suas tecnologias. Em troca dos valores, a Microsoft se compromete a não abrir processos por quebra de patentes.

O caso a tal ponto irritou o Google que a empresa chegou a classificar a estratégia da Microsoft como “extorsão legal”: “Esta é a mesma tática que nós já vimos deversas vezes por parte da Microsoft. Ao não conseguir ser bem sucedida no mercado de smartphones, eles estão adotando medidas legais para extorquir lucro das conquistas alheias, e reduzir o ritmo da inovação”, disse um representante do Google à eWeek. Via Twitter, um executivo da Microsoft respondeu: “Waaaah”.

Vale lembrar que o Android domina o mercado de dispositivos móveis e as tendências do sistema apontam ainda um vigoroso crescimento. Crescimento este que irá impactar fatalmente nas quantias que a Microsoft embolsará por cada dispositivo vendido sem precisar mover um dedo. Enquanto isso, a iniciativa da empresa no mercado móvel, o Windows Phone, fica na rabeira do mercado e pode ser classificado até aqui como um avassalador fracasso.

Via Android Community

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!