Rottweiler arrastado pelo dono em SP recebe cinco pedidos de adoção

SÃO PAULO - A ONG Vira Lata Vira Vida informou que cinco pessoas já pediram para adotar o cão Lobo, um rotweiller que foi arrastado pelo carro de seu dono em Piracicaba, a 168 quilômetros de São paulo. A ONG está com a custódia do animal para dar tratamento. Muitas pessoas também têm se manifestado através das redes sociais na internet repudiando a atitude do dono.


- Não queremos que esse crime fique impune como muitos outros que acontecem com animais - afirmou Miriam Miranda, diretora da entidade.

Miriam ressalta que ainda existem muitos procedimentos a serem tomados antes do cão ir para adoção.
- A justiça precisa liberar, primeiramente. Depois, vamos analisar os candidatos, vamos até a casa das famílias que precisam assinar um termo de compromisso. Também manteremos visitas regulares à residência para saber se o cachorro está sendo bem tratado - explicou.

A ONG mantém no Facebook um boletim médico informando o estado de saúde de Lobo.

A foto do dono, o mecânico Claudio César Messias, também foi divulgada com pedidos de Justiça. No material consta que o cachorro teve a pata amputada, o que não aconteceu, já que durante a cirurgia, que durou três horas, a pata foi preservada com a colocação de células tronco.

O Twitter também registrou muitas manifestações. O ator Marcelo Médici escreveu alguns posts pedindo mais informações sobre o dono.

- Vamos divulgar a foto do torturador criminoso que arrastou um cachorro no carro pelas ruas de Piracicaba? Quem tem?.

As manifestações pedindo justiça no caso do rotweiller continuaram nesta sexta-feira, em Piracicaba. Os integrantes da ONG Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais (SPPA) foram, mais uma vez, até a Praça José Bonifácio e de lá saíram em carreata pela cidade.

Os manifestantes querem que a lei sobre maus-tratos de animais seja colocada em prática. Ela prevê prisão de três meses a um ano para o agressor, além de uma multa.

Segundo informações da clínica Frasson, que está cuidando de Lobo, o estado de saúde dele é estável e sem febre. Nesta sexta-feira, o animal já conseguiu se alimentar e beber água normalmente.

O veterinário só ressalta que ainda é cedo para falar dos riscos. Apenas na segunda-feira, acaba o período de observação e se ele não tiver mais febre é sinal de que a infecção foi controlada.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2011/11/05/rottweiler-arrastado-pelo-dono-em-sp-recebe-cinco-pedidos-de-adocao-925743420.asp#ixzz1cs37mzmR
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!