Absolvida, viúva da Mega-Sena quer reabrir investigações

O advogado Jackson Costa, que defende  Adriana Almeida, viúva de René Sena, afirmou que, após ser considerada inocente pelo Tribunal do Júri, a intenção da cabeleireira é que as investigações sobre a morte do marido sejam retormadas. Adriana era acusada de planejar a morte de René, em 2007.

Segundo o advogado, após o julgamento, Adriana está mais “tranquila e feliz”.

“Adriana quer reabrir as investigações, exigir que as autoridades descubram quem matou René. Quando o homicídio aconteceu, a polícia levantou suspeitos. Como Adriana foi considerada inocente, ela quer que a investigação continue”, afirmou Costa.

O ex- lavrador René Sena ganhou um prêmio de R$ 52 milhões na Mega-Sena, em 2005, e foi assassinado dois anos depois. Após cinco dias de julgamento, Adriana foi considerada inocente e absolvida pelo Tribunal do Júri (TJ), na madrugada deste sábado (3), no Fórum de Rio Bonito, na Baixada Litorânea do Rio de Janeiro.

MP recorre da decisão
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro entrou com recurso contra a absolvição de Adriana Almeida. Segundo a assessoria do MP, a promotora Priscila Naegele recorreu da decisão do julgamento logo após a absolvição.

Neste sábado, o advogado Marcus Rangoni, que defende Renata Sena, filha de René Sena, disse que ela está revoltada com a decisão da Justiça e espera que o julgamento seja anulado.

"Vamos aguardar a decisão sobre a apelação do Ministério Público e esperamos a anulação do julgamento", afirmou Rangoni ao G1. "A decisão foi absurda. Renata está revoltada, mataram o pai dela. Nós entendemos que os jurados foram induzidos a erro e levados a uma confusão mental com as argumentações do advogado da ré", completou o advogado, acrescentando que a análise do recurso do MP pela Justiça, sobre a possibilidade de um novo julgamento, deve durar cerca de três meses.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/12/absolvida-viuva-da-mega-sena-quer-reabrir-investigacoes.html

0 Comentário(s):

Postar um comentário

Gostou da matéria?
Que tal deixar um comentário aqui pra mim?
Você comenta bem rapidinho!